quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Veja como ingressar na carreira militar no Brasil

Já pensou em participar de uma das diversas áreas do rumo militar? Além do serviço militar, existem outras formas que podem levar homens e mulheres ao rumo da carreira militar. Você sabe quais são? Confira a seguir todas as opções que podem levar você a uma área de atuação de excelência e tudo que você precisa fazer.

Serviço Militar

Com o propósito de agir em nome da lei e da ordem, o serviço militar é previsto por lei e obrigatório por um período de um ano com remuneração condizente. Todos os jovens do sexo masculino que completam 18 anos, devem comparecer ao alistamento militar e passarem por processo de seleção. 

Os que são selecionados durante o processo de alistamento, devem cumprir o tempo previsto de serviço. Este tempo pode ser prolongado dependendo de cada situação.

Para ter acesso a esta e a outras oportunidades, acesse http://xn--inscries2018-pdb0r.com

Ingresso através de concurso

O serviço militar é a forma mais direta para o ingresso nesta carreira, mas também é possível exercer funções nesta área através de concursos. A partir dos 16 anos, homens e mulheres podem se inscrever no concurso da Escola Preparatória de Cadetes do Exército.


Mas também é possível comparecer a concursos como Escolas de Formação de Oficiais e Escola de Formação de Sargentos para cargos superiores. Após a aprovação, o concursado trabalha até o período de Reserva Remunerada, que funciona como uma aposentadoria militar.

Escola de Sargentos

Para seguir carreira militar como sargento, é preciso antes ingressar na Escola de Sargentos, que forma há anos, os profissionais do Exército Brasileiro. Se aprovado, o candidato irá passar por um período básico de formação em um das unidades da instituição, distribuídas em algumas cidades do país.

Existem três estabelecimentos para a formação mencionada, são eles:
  • A Escola de Sargentos das Armas: destinada a formação da Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações;
  • A Escola de Sargentos de Logística: com os cursos de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos de Material Bélico, Música, Intendência, Topografia, Manutenção de Comunicações e Saúde;
  • Centro de Aviação do Exército: ensina ao sargento encarregado pela manutenção de equipamentos de aviação.

Mulheres na carreira militar

As mulheres não são obrigadas a participar do alistamento militar quando completam 18 anos, mas para as que gostariam de seguir carreira militar, é necessária a prestação de concurso de âmbito nacional.

Caso seja aprovada nos concursos, a pessoa selecionada poderá concluir a sua formação e seguir carreira militar em alguns dos órgãos das Forças Armadas.

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Trabalha como autônomo? Veja como pagar seu INSS

Para os trabalhadores que possuem carteira assinada pagar o INSS é algo muito fácil, já que o imposto é descontado da folha de pagamento pelo próprio empregador e isso, de certa forma, faz com que a maioria dos brasileiros não saibam da parte prática e burocrática de como pagar o INSS.


 
Os trabalhadores que exercem atividade profissional por conta própria, mais conhecidos como autônomos, também podem contribuir para o INSS.  Nesse caso, para que o trabalhador garanta a sua aposentadoria quando envelhecer, é preciso fazer a inscrição no INSS como Contribuinte Individual.
Mas você sabe como um autônomo contribui para o INSS? Talvez seja um pouco complicado entender como funciona o pagamento desse imposto se você não tem uma prévia experiência e, por isso, nó criamos um guia para você que é autônomo saber como pagar o INSS. Confira:

Faça a inscrição no PIS/NIT

Para pagar o INSS é preciso ter um cadastro no Programa de Integração Social (PIS). O número do PIS também é conhecido como NIT (Número de Inscrição do Trabalhador) ou NIS (Número de Inscrição Social).
Geralmente todo cidadão que já trabalhou com carteira assinada ou prestou serviço para uma empresa/pessoa física tem um registro. Se você não sabe qual o seu número de registro, você deve procura-lo na carteira de trabalho ou ir a qualquer agência da Caixa Econômica Federal e levar o seu RG.
Mas se você nunca contribuiu, é possível fazer a inscrição do PIS no site da Previdência Social e a partir daí você poderá pagar o INSS como autônomo. Também é possível fazer a inscrição através do atendimento telefônico da Previdência Social, pelo telefone 135, ou em qualquer agência conveniada mais próxima de você. É necessário que você certifique que seus dados pessoais estão corretos.

Escolha o tipo de contribuição

É necessário que você escolha a categoria que irá contribuir e, nesse caso, o autônomo deve selecionar a categoria “Contribuinte Individual”. No entanto, cada opção de contribuição varia de acordo com a quantia de pagamento a ser realizada e com os direitos que você terá ao se aposentar. As opções são:
  • 1007 Contribuinte Individual com recolhimento mensal;
  • 1104 Contribuinte Individual com recolhimento trimestral;
  • 1163 Contribuinte Individual com recolhimento mensal;
  • 1180 Contribuinte Individual com recolhimento trimestral;
  • 1287 Contribuinte Individual Rural com recolhimento mensal;
  • 1236 Contribuinte Individual Rural com recolhimento mensal.

Preencha e pague Guia da Previdência Social (GPS)

Você deve preencher com atenção e corretamente a Guia da Previdência Social (GPS) para em seguida fazer o pagamento de sua contribuição. É importante lembrar que a GPS deve ser gerada através do site da Previdência Social ou no internet banking, com preenchimento online. A GPS também pode ser comprada em qualquer papelaria, mas deve ser preenchida manualmente.



Por fim, você deve ir ao banco ou a casa lotérica mais próxima de você para efetuar o pagamento sempre atentando ao mês de vencimento, que é sempre no dia 15 do mês subsequente ao do mês da contribuição. Não esqueça de sempre estar atento ao calendário INSS 2019 para garantir que tudo sai dentro dos conformes.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Como tirar o seu extrato de pagamento com o INSS Dataprev

Muitas pessoas já precisaram de atendimento presencial ou por telefone do INSS. Demorado, ele pode exigir paciência para informações simples como o extrato de pagamento do INSS Dataprev. Como boa notícia informamos que esse extrato pode ser obtido online. Saiba como a seguir. 


Entendendo mais sobre o INSS Dataprev

O Instituto Nacional de Seguridade Social é o órgão que cuida da previdência brasileira. Vinculado a ele temos o INSS Dataprev. Esta é uma empresa diferente. Também com vínculo com o Governo Federal ela consiste em ser a base de dados do INSS. 

Enquanto o INSS executa as ações o INSS Dataprev armazena e analisa os dados de todos os contribuintes brasileiros, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

O Dataprev (como é mais conhecido) possui cinco pontos físicos. Contudo eles não são para atendimento. Para o público a consulta é sempre virtual por meio de seu site oficial. Visitando uma das unidades não será possível obter informações de nenhum tipo.

Mesmo que você não saiba o que faz o Dataprev consegue usufruir dos benefícios. Não há mais filas nos postos de atendimento do INSS para consultas simples. O sistema de informação inovador permite a consulta em casa de forma rápida e gratuita. 

A finalidade do INSS Dataprev 

O site do Dataprev é uma forma de evitar uma visita física até uma agência do INSS. A vantagem disso é poder contar com uma série de serviços online gratuitos disponíveis a qualquer época do ano. A tabela inss 2019 também fica disponível na mesma página. 

Com relação à aposentadoria é possível saber quantos anos faltam para se aposentador por idade ou por tempo de serviço. Basta saber os dados pessoais do contribuinte e realizar o seu cadastro no portal gratuitamente.


Outra informação importante disponível online é saldo e extrato de empréstimos consignados. Se o aposentado desconfia de descontos a mais em sua aposentadoria poderá consultar no extrato quanto está sendo descontado e qual instituição financeira o faz todos os meses, bem com quantas parcelas faltam para finalizar os descontos.

Sobre o Imposto de Renda o INSS Dataprev também fornece informações bacanas. Uma delas é o extrato do imposto de renda. Se tiver erros na declaração o portal informa também. 

Agendamentos de atendimentos e perícia médica são realizados por meio do portal também, assim como a revisão de benefício. Em caso de suspensão de pagamento por algum motivo pode-se agendar atendimento para esta situação no mesmo site. 

Como consultar extrato de pagamento com o INSS Dataprev

A consulta do extrato de pagamento de contribuições ao INSS e garantir a aposentadoria pode ser feita no site do INSS Dataprev também. Para isso é preciso:
  • Entrar no site do INSS Dataprev
  • Clicar no lado direito da tela na opção "Extrato Previdenciário CNIS";
  • Faça o login ou realize o cadastro para o primeiro acesso gratuitamente.
Preenchendo corretamente os dados a sua tela pessoal ficará aberta na tela com todas as opções. A partir dai é só escolher qual dos extratos disponíveis você deseja acessar sem problemas.